Destaques

Como superar os desafios do mouthfeel em produtos lácteos e à base de plantas

Os produtos com baixos teores de gordura, de açúcar ou de origem vegetal se tornaram tendência. Mas nem sempre é fácil replicar as sensações e a experiência que os produtos regulares nos provocam, principalmente quando falamos de produtos lácteos, sejam eles tradicionais ou à base de plantas. Neste artigo, contaremos as principais coisas que você deve ter em mente ao recriar o mouthfeel (a sensação na boca) nesta categoria.

Quando pensamos em iogurte, sorvete ou milkshake, imaginamos imediatamente sua textura cremosa e a sensação de plenitude que eles produzem assim que entram em nossa boca. Mas o que acontece quando reduzimos seu teor de gordura ou açúcar? Ou quando fabricamos produtos alternativos lácteos, de origem vegetal? Podemos replicar aquela mesma experiência sensorial?

Quando falamos de mouthfeel, referimo-nos justamente a esta sensação: à percepção associada à sensação de textura. Mas há outros fatores que a influenciam, como a temperatura, as sensações táteis e de dor, e as associações mentais que ela desperta. Junto com a textura, esse é um dos fatores que contribuem para a escolha de um produto hoje, especialmente quando se trata de produtos lácteos tradicionais e à base de plantas.

Sabemos que produtos lácteos com baixo teor de gordura, baixo teor de açúcar, híbridos e de origem vegetal tornaram-se parte da fórmula para responder à nova necessidade dos consumidores de hoje por indulgência acessível e sem culpa. E também que ao manipular qualquer um desses fatores, o mouthfeel é afetado e, consequentemente, a experiência das pessoas ao consumir um alimento ou bebida.

Então, quais são os desafios no desenvolvimento de produtos lácteos e à base de plantas que afetam a sensação na boca?

Explore-os aqui:

À medida que as propostas de alternativos lácteos de origem vegetal se multiplicam nas diferentes categorias, o mouthfeel se torna cada vez mais importante na obtenção de propostas inovadoras que encantem os paladares exigentes dos consumidores. Responder aos desafios emergentes nesta área nos permitirá criar experiências gastronômicas de excelência que mantenham o requinte, a cremosidade, a satisfação e o bom corpo dos produtos lácteos altenativos.

Você quer conhecer o passo-a-passo para conseguir um mouthfeel único? Recomendamos a você este artigo.

Irma Leticia Gonzalez
Regional Product Manager Taste Sweet, Taste & Wellbeing
Givaudan